Funcionários da Santa Casa de São Roque estão preocupados com atraso de pagamentos

13:36 |

Funcionários da Santa Casa de Saúde de São Roque estão temendo ter os seus salários atrasados sem ao menos saber o motivo.
Funcionários da Santa Casa de Saúde de São Roque estão temendo ter os seus salários atrasados sem ao menos saber o motivo. É o que conta o técnico em enfermagem da instituição, João Soutello (46), que esteve na redação do Jornal da Economia na última sexta-feira, dia 5 de julho, na tentativa de esclarecer os fatos.
Segundo João, na noite anterior (quinta-feira) o responsável pelos Recursos Humanos da Santa Casa havia passado em todos os setores do hospital, informando que os pagamentos seriam atrasados. “A gente fica com medo do que possa acontecer. Temos famílias pra criar e muitos funcionários além de ser pai, ainda tem que fazer o papel de mãe também e vice-versa”, explica João.
Ele ainda ressalta que conversou com o RH em nome dos demais funcionários, pedindo para que os salários fossem pagos até o dia 11 de julho, caso contrário haveria uma pausa no trabalho por parte dos mesmos. “Claro que essa pausa seria dentro da lei, mantendo 30% dos funcionários trabalhando. E me disseram que nós estávamos realmente certos de tomar tal atitude”, conta João.
Algumas horas antes da entrevista ser realizada, o funcionário foi informado que o problema havia sido resolvido e que os funcionários receberiam normalmente. “Agora eu quero saber por que ontem eles não tinham esse dinheiro e hoje de manhã conseguiram? Alguma coisa está errada”, questiona o funcionário.
Apesar dos questionamentos e das incertezas, o técnico em enfermagem acredita que não há má vontade por parte da administração da Santa Casa, porém os funcionários esperam por um parecer que melhor explique todo esse transtorno. João ainda ressalta que durante os nove anos que trabalha na instituição, nunca houve nada parecido.
Procuramos a administração da Santa Casa para esclarecer a situação e através do endereço eletrônico o responsável e ex-vereador,  Júlio Mariano informou que o dinheiro que o SUS envia para os custos da instituição não cobre totalmente as despesas e sempre é a prefeitura que tem que arcar com essa diferença. Porém, a quantia que a prefeitura disponibiliza foi atualizada pela última vez no ano passado e em maio deste ano houve reajustes nos gastos, como aumento de salários dos médicos e disponibilidades de novos serviços.
“Ocorre que atualmente se somarmos os repasses da prefeitura, mais o produzido pelos serviços de convênios e particulares da Santa Casa, os valores não tem sido suficientes para cobrirem as despesas”, informa o administrador em nota.
Júlio Mariano admite que realmente há um problema com os salários, mas tranqüiliza: “Realmente  está ocorrendo atrasos nos pagamentos. Por outro lado estamos nos empenhando ao máximo para reduzirmos custos, além de estarmos indo atrás de novos recursos”. Ele ainda afirma que estão buscando ajuda dos municípios vizinhos, tendo em vista que muitos de seus moradores usufruem dos serviços da Santa Casa de São Roque.


Fonte: Da Redação: Felipe Modesto/ Foto: Arquivo JE

0 comentários:

Postar um comentário