MURICY ESTÁ EM IBIÚNA APÓS DEIXAR O SANTOS

13:13 |




AMPLIAR FOTO
Treinador deixou o Santos FC


O técnico Muricy Ramalho, 57, está em Ibiúna e descansa com a família e, a princípio, não pretende dirigir outro clube.

Ele foi dispensado do Santos cinco dias após o jogo de despedida de Neymar, o treinador deixou o clube da Vila Belmiro.

Já o Santos fala agora em ¨reformulação¨.

Pelo Santos, Muricy conquistou o Paulista de 2011 e 2012, uma Libertadores e uma Recopa Sul-americana. Ele estava no clube desde abril de 2011 e comandou a equipe em 150 jogos (72 vitórias, 42 empates e 36 derrotas).
Em nota, o clube confirmou a saída do treinador e disse que o time será comandado interinamente por Claudinei Oliveira, técnico do sub-20, ao menos na partida contra o Grêmio, amanhã, na Vila.

Veja a íntegra da nota:
¨O Comitê de Gestão decidiu que Muricy Ramalho não é mais técnico do time profissional do Santos FC. A decisão foi comunicada ao treinador nesta quinta-feira (30/5).

Muricy Ramalho assumiu como técnico do Santos FC em abril de 2011. Na ocasião, ajudou o Clube a sagrar-se bicampeão paulista, tri da Libertadores e vice-campeão mundial. Em 2012, liderou o Santos na conquista do tricampeonato paulista e no título da Recopa Sul-Americana.
Em 2013 foi vice-campeão paulista. Ao todo, liderou o Santos em 150 jogos, alcançando 72 vitórias, 42 empates e 36 derrotas.
O Comitê de Gestão agradece os serviços prestados pelo técnico, que marcou seu nome na história do Santos.
Claudinei Oliveira, técnico do Sub-20 do Santos FC campeão da Copa São Paulo deste ano e desde 2009 no Clube, dirige o time profissional na partida deste sábado, contra o Grêmio, na Vila Belmiro.
Reformulação O Santos FC inicia um processo de reformulação após um dos períodos mais vencedores da história de 101 anos do Clube, com seis títulos conquistados e dois vice-campeonatos em um período de 40 meses, além da recuperação financeira que culminou, na semana passada, com a conquista da Certidão Positiva com efeitos de Negativa (Cepen), emitida pelo Ministério da Fazenda.
Esta reformulação será conduzida com serenidade pelo Comitê de Gestão em nome dos interesses dos nossos milhões de torcedores e mais de 65 mil sócios para que o Santos FC continue crescendo dentro e fora de campo.¨


31/05/2013 - 16:01:21
Atualizado em: 31/05/2013 16:27:27

Fonte:
Leias Mais..

GLOBO ESPORTE DESTACA GINASTA LAIS SOUZA EM SÃO ROQUE EM SELETIVA DE ESQUI AÉREO

13:07 |




AMPLIAR FOTO


A ginasta Lais Souza que representou o Brasil nas Olimpíadas de Atenas 2004 e Pequim 2008 e se machucou às vésperas de Londres 2012, tentará carreira em um outro esporte, além da ginástica artística.

Ela participará nesta sexta-feira, 31, em São Roque (SP), da seletiva nacional de esqui aéreos, uma das provas mais radicais do programa dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Se for aprovada pela Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), buscará uma vaga em Sochi 2014.

As provas classificatórias serão em dezembro e em janeiro.

VEJA A NOTÍCIA COMPLETA DO GLOBO ESPORTE clicando aqui GLOBO ESPORTE - LAIS EM SÃO ROQUE


31/05/2013 - 16:18:31
Atualizado em: 31/05/2013 12:31:11

Fonte:
Leias Mais..

Clientes de bar na zona norte matam assaltante a pauladas

12:51 |


Três criminosos entraram no estabelecimento na noite de terça-feira e anunciaram o assalto; um deles estava armado e atirou em duas pessoas, que foram levadas ao hospital

Luciano Bottini Filho - O Estado de S. Paulo
Clientes de um bar na Vila Aurora, zona norte de São Paulo, espancaram um assaltante até a morte na noite de terça-feira, 29, depois do homem ter participado de um roubo com mais duas pessoas. Os três criminosos entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Um deles estava armado e atirou em duas pessoas.

Segundo a polícia, dois criminosos do trio fugiram após o assalto, mas um deles foi detido pelos moradores, que o agrediram com pauladas. O homem acabou morrendo no local. Todos os suspeitos, inclusive o morto, não foram identificados pela polícia.

As vítimas baleadas foram levadas ao Hospital Central de Taipas. A Secretaria de Saúde diz que não pode apurar o estado de saúde das vítimas, porque a Secretaria de Segurança não informou os nomes.

O caso foi registrado no 33º DP (Pirituba), como roubo e homicídio simples. A investigação terá auxílio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que foi até o local. A polícia apreendeu um revólver, calibre 38, com numeração raspada. Foram encontradas também cinco cápsulas de projéteis usados.




Leias Mais..

Clientes de bar na zona norte matam assaltante a pauladas

12:50 |


Três criminosos entraram no estabelecimento na noite de terça-feira e anunciaram o assalto; um deles estava armado e atirou em duas pessoas, que foram levadas ao hospital

Luciano Bottini Filho - O Estado de S. Paulo
Clientes de um bar na Vila Aurora, zona norte de São Paulo, espancaram um assaltante até a morte na noite de terça-feira, 29, depois do homem ter participado de um roubo com mais duas pessoas. Os três criminosos entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Um deles estava armado e atirou em duas pessoas.

Segundo a polícia, dois criminosos do trio fugiram após o assalto, mas um deles foi detido pelos moradores, que o agrediram com pauladas. O homem acabou morrendo no local. Todos os suspeitos, inclusive o morto, não foram identificados pela polícia.

As vítimas baleadas foram levadas ao Hospital Central de Taipas. A Secretaria de Saúde diz que não pode apurar o estado de saúde das vítimas, porque a Secretaria de Segurança não informou os nomes.

O caso foi registrado no 33º DP (Pirituba), como roubo e homicídio simples. A investigação terá auxílio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que foi até o local. A polícia apreendeu um revólver, calibre 38, com numeração raspada. Foram encontradas também cinco cápsulas de projéteis usados.




Leias Mais..

Governador do Rio garante 'total segurança' no Maracanã

12:44 |




LUCIANE NUNES LEAL - Agência Estado
Depois do impasse na Justiça, que proibiu e mais tarde autorizou a realização do amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã, no próximo domingo, às 16 horas, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral, prometeu nesta sexta-feira "total segurança para a população dentro do estádio e no entorno".
Segundo o governador, um problema "meramente burocrático" levou a decisão liminar de suspender o jogo, revogada na noite desta quinta-feira, apenas algumas horas depois de ter sido anunciada.
"Havia a necessidade de enviar uma informação atualizada sobre as condições do estádio, o que foi feito. O MP (Ministério Público) se achou na responsabilidade, que não é dele, de cobrar. Mas é o representante da população e está dentro do seu direito. Teremos um jogo extraordinário, absolutamente seguro e com conforto para a população", disse Sérgio Cabral.
Ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o governador visitou o Centro Integrado de Comando e Controle, onde funcionarão em conjunto serviços das policiais estaduais, federais, das Forças Armadas e do Copo de Bombeiros. Uma área do centro foi reservada para funcionar provisoriamente, o Comando Nacional de Controle, até que fique pronta a sede em Brasília. O local será usado durante a Copa das Confederações, marcada para acontecer no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho.
Na noite da última quinta, a juíza Gracia Cristina Moreira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), autorizou a liberação do Maracanã para o confronto entre brasileiros e ingleses. Antes, a procuradoria do Estado recorreu da liminar concedida na tarde de quinta, que interditava o estádio por falta de segurança para o torcedor.
A decisão anterior pela interdição partiu de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual. O MP-RJ pedia a suspensão do jogo para "garantir a segurança" dos torcedores até que fossem apresentados laudos técnicos que comprovassem as condições do estádio para sediar jogos e eventos.




Leias Mais..

Governador do Rio garante 'total segurança' no Maracanã

12:42 |




LUCIANE NUNES LEAL - Agência Estado
Depois do impasse na Justiça, que proibiu e mais tarde autorizou a realização do amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã, no próximo domingo, às 16 horas, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral, prometeu nesta sexta-feira "total segurança para a população dentro do estádio e no entorno".
Segundo o governador, um problema "meramente burocrático" levou a decisão liminar de suspender o jogo, revogada na noite desta quinta-feira, apenas algumas horas depois de ter sido anunciada.
"Havia a necessidade de enviar uma informação atualizada sobre as condições do estádio, o que foi feito. O MP (Ministério Público) se achou na responsabilidade, que não é dele, de cobrar. Mas é o representante da população e está dentro do seu direito. Teremos um jogo extraordinário, absolutamente seguro e com conforto para a população", disse Sérgio Cabral.
Ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o governador visitou o Centro Integrado de Comando e Controle, onde funcionarão em conjunto serviços das policiais estaduais, federais, das Forças Armadas e do Copo de Bombeiros. Uma área do centro foi reservada para funcionar provisoriamente, o Comando Nacional de Controle, até que fique pronta a sede em Brasília. O local será usado durante a Copa das Confederações, marcada para acontecer no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho.
Na noite da última quinta, a juíza Gracia Cristina Moreira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), autorizou a liberação do Maracanã para o confronto entre brasileiros e ingleses. Antes, a procuradoria do Estado recorreu da liminar concedida na tarde de quinta, que interditava o estádio por falta de segurança para o torcedor.
A decisão anterior pela interdição partiu de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual. O MP-RJ pedia a suspensão do jogo para "garantir a segurança" dos torcedores até que fossem apresentados laudos técnicos que comprovassem as condições do estádio para sediar jogos e eventos.




Leias Mais..

Governador do Rio garante 'total segurança' no Maracanã

12:42 |




LUCIANE NUNES LEAL - Agência Estado
Depois do impasse na Justiça, que proibiu e mais tarde autorizou a realização do amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã, no próximo domingo, às 16 horas, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral, prometeu nesta sexta-feira "total segurança para a população dentro do estádio e no entorno".
Segundo o governador, um problema "meramente burocrático" levou a decisão liminar de suspender o jogo, revogada na noite desta quinta-feira, apenas algumas horas depois de ter sido anunciada.
"Havia a necessidade de enviar uma informação atualizada sobre as condições do estádio, o que foi feito. O MP (Ministério Público) se achou na responsabilidade, que não é dele, de cobrar. Mas é o representante da população e está dentro do seu direito. Teremos um jogo extraordinário, absolutamente seguro e com conforto para a população", disse Sérgio Cabral.
Ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o governador visitou o Centro Integrado de Comando e Controle, onde funcionarão em conjunto serviços das policiais estaduais, federais, das Forças Armadas e do Copo de Bombeiros. Uma área do centro foi reservada para funcionar provisoriamente, o Comando Nacional de Controle, até que fique pronta a sede em Brasília. O local será usado durante a Copa das Confederações, marcada para acontecer no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho.
Na noite da última quinta, a juíza Gracia Cristina Moreira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), autorizou a liberação do Maracanã para o confronto entre brasileiros e ingleses. Antes, a procuradoria do Estado recorreu da liminar concedida na tarde de quinta, que interditava o estádio por falta de segurança para o torcedor.
A decisão anterior pela interdição partiu de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual. O MP-RJ pedia a suspensão do jogo para "garantir a segurança" dos torcedores até que fossem apresentados laudos técnicos que comprovassem as condições do estádio para sediar jogos e eventos.




Leias Mais..

Governador do Rio garante 'total segurança' no Maracanã

12:41 |




LUCIANE NUNES LEAL - Agência Estado
Depois do impasse na Justiça, que proibiu e mais tarde autorizou a realização do amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã, no próximo domingo, às 16 horas, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral, prometeu nesta sexta-feira "total segurança para a população dentro do estádio e no entorno".
Segundo o governador, um problema "meramente burocrático" levou a decisão liminar de suspender o jogo, revogada na noite desta quinta-feira, apenas algumas horas depois de ter sido anunciada.
"Havia a necessidade de enviar uma informação atualizada sobre as condições do estádio, o que foi feito. O MP (Ministério Público) se achou na responsabilidade, que não é dele, de cobrar. Mas é o representante da população e está dentro do seu direito. Teremos um jogo extraordinário, absolutamente seguro e com conforto para a população", disse Sérgio Cabral.
Ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o governador visitou o Centro Integrado de Comando e Controle, onde funcionarão em conjunto serviços das policiais estaduais, federais, das Forças Armadas e do Copo de Bombeiros. Uma área do centro foi reservada para funcionar provisoriamente, o Comando Nacional de Controle, até que fique pronta a sede em Brasília. O local será usado durante a Copa das Confederações, marcada para acontecer no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho.
Na noite da última quinta, a juíza Gracia Cristina Moreira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), autorizou a liberação do Maracanã para o confronto entre brasileiros e ingleses. Antes, a procuradoria do Estado recorreu da liminar concedida na tarde de quinta, que interditava o estádio por falta de segurança para o torcedor.
A decisão anterior pela interdição partiu de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual. O MP-RJ pedia a suspensão do jogo para "garantir a segurança" dos torcedores até que fossem apresentados laudos técnicos que comprovassem as condições do estádio para sediar jogos e eventos.




Leias Mais..

Governador do Rio garante 'total segurança' no Maracanã

12:41 |




LUCIANE NUNES LEAL - Agência Estado
Depois do impasse na Justiça, que proibiu e mais tarde autorizou a realização do amistoso entre Brasil e Inglaterra, no Maracanã, no próximo domingo, às 16 horas, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral, prometeu nesta sexta-feira "total segurança para a população dentro do estádio e no entorno".
Segundo o governador, um problema "meramente burocrático" levou a decisão liminar de suspender o jogo, revogada na noite desta quinta-feira, apenas algumas horas depois de ter sido anunciada.
"Havia a necessidade de enviar uma informação atualizada sobre as condições do estádio, o que foi feito. O MP (Ministério Público) se achou na responsabilidade, que não é dele, de cobrar. Mas é o representante da população e está dentro do seu direito. Teremos um jogo extraordinário, absolutamente seguro e com conforto para a população", disse Sérgio Cabral.
Ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o governador visitou o Centro Integrado de Comando e Controle, onde funcionarão em conjunto serviços das policiais estaduais, federais, das Forças Armadas e do Copo de Bombeiros. Uma área do centro foi reservada para funcionar provisoriamente, o Comando Nacional de Controle, até que fique pronta a sede em Brasília. O local será usado durante a Copa das Confederações, marcada para acontecer no Brasil entre os dias 15 e 30 de junho.
Na noite da última quinta, a juíza Gracia Cristina Moreira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), autorizou a liberação do Maracanã para o confronto entre brasileiros e ingleses. Antes, a procuradoria do Estado recorreu da liminar concedida na tarde de quinta, que interditava o estádio por falta de segurança para o torcedor.
A decisão anterior pela interdição partiu de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual. O MP-RJ pedia a suspensão do jogo para "garantir a segurança" dos torcedores até que fossem apresentados laudos técnicos que comprovassem as condições do estádio para sediar jogos e eventos.




Leias Mais..

Bandidos fazem arrastão em restaurante do Itaim-Bibi, na zona sul

12:34 |


Uma das vítimas foi Felipe Andreoli, do 'CQC', que fez críticas a Alckmin e a Haddad

Bárbara Ferreira Santos - O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - Ao menos três homens armados invadiram na noite dessa quinta-feira, 30, o restaurante Ruella, no Itaim-Bibi. O crime aconteceu na Rua João Cachoeira, 1.507, por volta das 23h. Entre as vítimas, o jornalista Felipe Andreoli, do programa CQC, que estava no local com a família e falou sobre o arrastão nas redes sociais.
Segundo a Polícia Militar, ninguém foi preso. O caso foi registrado no 14º DP como roubo e encaminhado para o 5º DP. Um rapaz de 18 anos e um adolescente de 17 foram abordados pelos policiais, mas não foram reconhecidos pelas vítimas.
De acordo com testemunhas, os manobristas foram abordados por três ou quatro homens. Dois criminosos obrigaram os clientes que estavam nas mesas de fora e os manobristas a entrarem com eles no restaurante. Acompanhados de um terceiro suspeito, roubaram os pertences dos clientes, como bolsas, documentos e celulares, e fugiram em seguida.
Segundo a recepcionista do Ruella, os homens foram diretamente nas mesas abordar os clientes. Ela informou também que, como não trabalha de uniforme, foi a única funcionária a ter o celular roubado.
Críticas. Felipe Andreoli estava com a família comemorando o aniversário de sua mãe, quando foi surpreendido pelos criminosos. Há dois meses, a família do jornalista foi assaltada na porta da Maternidade São Luiz, a um quarteirão de onde aconteceu o arrastão.
Segundo Andreoli, os criminosos não se preocuparam em cobrir o rosto. "Nossa mesa era a última, no canto, e eles repetiam que quem escondesse algo ia tomar tiro, os caras estavam tão loucos que, quando passaram na nossa mesa - nossas carteiras, relógios e celulares em cima da mesa -, só levaram a correntinha da minha cunhada e o celular do meu irmão", explicou pelo Tumblr.
Irritado com os assaltos, o jornalista fez críticas ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) e ao prefeito Fernando Haddad (PT). "A dona do restaurante - uma querida - chegou com lágrima nos olhos pedindo desculpas a todos - como se ela tivesse culpa - fez o que deveria fazer o sr. Geraldo Alckmin, responsável pela PM do Estado e da cidade, mas, por que não, o Sr. Fernando Haddad, prefeito de SP", disse. "Foi de cortar o coração ver os funcionários e a dona chorando, como se eles tivessem cometido o assalto. Não foram", afirmou.




Tópicos: Arrastão, São Paulo

Leias Mais..

Bandidos fazem arrastão em restaurante do Itaim-Bibi, na zona sul

12:33 |


Uma das vítimas foi Felipe Andreoli, do 'CQC', que fez críticas a Alckmin e a Haddad

Bárbara Ferreira Santos - O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - Ao menos três homens armados invadiram na noite dessa quinta-feira, 30, o restaurante Ruella, no Itaim-Bibi. O crime aconteceu na Rua João Cachoeira, 1.507, por volta das 23h. Entre as vítimas, o jornalista Felipe Andreoli, do programa CQC, que estava no local com a família e falou sobre o arrastão nas redes sociais.
Segundo a Polícia Militar, ninguém foi preso. O caso foi registrado no 14º DP como roubo e encaminhado para o 5º DP. Um rapaz de 18 anos e um adolescente de 17 foram abordados pelos policiais, mas não foram reconhecidos pelas vítimas.
De acordo com testemunhas, os manobristas foram abordados por três ou quatro homens. Dois criminosos obrigaram os clientes que estavam nas mesas de fora e os manobristas a entrarem com eles no restaurante. Acompanhados de um terceiro suspeito, roubaram os pertences dos clientes, como bolsas, documentos e celulares, e fugiram em seguida.
Segundo a recepcionista do Ruella, os homens foram diretamente nas mesas abordar os clientes. Ela informou também que, como não trabalha de uniforme, foi a única funcionária a ter o celular roubado.
Críticas. Felipe Andreoli estava com a família comemorando o aniversário de sua mãe, quando foi surpreendido pelos criminosos. Há dois meses, a família do jornalista foi assaltada na porta da Maternidade São Luiz, a um quarteirão de onde aconteceu o arrastão.
Segundo Andreoli, os criminosos não se preocuparam em cobrir o rosto. "Nossa mesa era a última, no canto, e eles repetiam que quem escondesse algo ia tomar tiro, os caras estavam tão loucos que, quando passaram na nossa mesa - nossas carteiras, relógios e celulares em cima da mesa -, só levaram a correntinha da minha cunhada e o celular do meu irmão", explicou pelo Tumblr.
Irritado com os assaltos, o jornalista fez críticas ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) e ao prefeito Fernando Haddad (PT). "A dona do restaurante - uma querida - chegou com lágrima nos olhos pedindo desculpas a todos - como se ela tivesse culpa - fez o que deveria fazer o sr. Geraldo Alckmin, responsável pela PM do Estado e da cidade, mas, por que não, o Sr. Fernando Haddad, prefeito de SP", disse. "Foi de cortar o coração ver os funcionários e a dona chorando, como se eles tivessem cometido o assalto. Não foram", afirmou.




Tópicos: Arrastão, São Paulo

Leias Mais..

Bandidos fazem arrastão em restaurante do Itaim-Bibi, na zona sul

12:33 |


Uma das vítimas foi Felipe Andreoli, do 'CQC', que fez críticas a Alckmin e a Haddad

Bárbara Ferreira Santos - O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - Ao menos três homens armados invadiram na noite dessa quinta-feira, 30, o restaurante Ruella, no Itaim-Bibi. O crime aconteceu na Rua João Cachoeira, 1.507, por volta das 23h. Entre as vítimas, o jornalista Felipe Andreoli, do programa CQC, que estava no local com a família e falou sobre o arrastão nas redes sociais.
Segundo a Polícia Militar, ninguém foi preso. O caso foi registrado no 14º DP como roubo e encaminhado para o 5º DP. Um rapaz de 18 anos e um adolescente de 17 foram abordados pelos policiais, mas não foram reconhecidos pelas vítimas.
De acordo com testemunhas, os manobristas foram abordados por três ou quatro homens. Dois criminosos obrigaram os clientes que estavam nas mesas de fora e os manobristas a entrarem com eles no restaurante. Acompanhados de um terceiro suspeito, roubaram os pertences dos clientes, como bolsas, documentos e celulares, e fugiram em seguida.
Segundo a recepcionista do Ruella, os homens foram diretamente nas mesas abordar os clientes. Ela informou também que, como não trabalha de uniforme, foi a única funcionária a ter o celular roubado.
Críticas. Felipe Andreoli estava com a família comemorando o aniversário de sua mãe, quando foi surpreendido pelos criminosos. Há dois meses, a família do jornalista foi assaltada na porta da Maternidade São Luiz, a um quarteirão de onde aconteceu o arrastão.
Segundo Andreoli, os criminosos não se preocuparam em cobrir o rosto. "Nossa mesa era a última, no canto, e eles repetiam que quem escondesse algo ia tomar tiro, os caras estavam tão loucos que, quando passaram na nossa mesa - nossas carteiras, relógios e celulares em cima da mesa -, só levaram a correntinha da minha cunhada e o celular do meu irmão", explicou pelo Tumblr.
Irritado com os assaltos, o jornalista fez críticas ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) e ao prefeito Fernando Haddad (PT). "A dona do restaurante - uma querida - chegou com lágrima nos olhos pedindo desculpas a todos - como se ela tivesse culpa - fez o que deveria fazer o sr. Geraldo Alckmin, responsável pela PM do Estado e da cidade, mas, por que não, o Sr. Fernando Haddad, prefeito de SP", disse. "Foi de cortar o coração ver os funcionários e a dona chorando, como se eles tivessem cometido o assalto. Não foram", afirmou.




Tópicos: Arrastão, São Paulo

Leias Mais..

Após dois anos, Santos demite o técnico Muricy Ramalho

12:27 |


Treinador tinha contrato com o clube até 31 de dezembro deste ano


AE - Agência Estado
SANTOS - O Santos confirmou nesta sexta-feira a demissão do técnico Muricy Ramalho após dois anos no cargo. O clube informou, por meio de nota oficial, que a decisão foi comunicada ao treinador na última quinta-feira, encerrando assim um trabalho de pouco mais de duas temporadas do comandante no time da Vila Belmiro, em que teve Neymar como seu principal jogador. Os cotados para assumir o cargo são Marcelo Bielsa e Dorival Jr..
Muricy não é mais o técnico do Santos - Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação
Muricy não é mais o técnico do Santos
Contratado em abril de 2011, Muricy Ramalho não vinha conseguindo dar padrão de jogo ao time nos últimos tempos, mesmo após a contratação do meia Montillo para atuar ao lado do astro Neymar, Mesmo assim, ele levou o Santos até a final do Campeonato Paulista deste ano, quando caiu diante do Corinthians. O clube resolveu tomar a decisão de demitir o técnico um dia depois de o Santos ter sido derrotado por 2 a 1 pelo Botafogo, em Volta Redonda, na última quarta-feira, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o Santos disputou a sua primeira partida sem Neymar após o anúncio da transferência do atacante para o Barcelona.
No mês passado, o comandante descartou a possibilidade de encerrar a carreira, apesar de mostrar preocupação com seu estado de saúde, que ficou fragilizada recentemente. O técnico chegou a permanecer internado em um hospital de São Paulo por causa de uma diverticulite. Muricy chegou a dizer que precisaria parar por algum tempo para descansar e cuidar da saúde. Ele pensava em parar no fim do ano por três meses.
INTERINOO Santos também confirmou nesta sexta que Claudinei Oliveira, técnico da equipe Sub-20 do clube e campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, vai assumir interinamente o comando do time na partida deste sábado, contra o Grêmio, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Brasileirão. Por meio da nota que publicou em seu site oficial, o Comitê de Gestão do clube enumerou os feitos de Muricy pelo time e agradeceu pelos "serviços prestados pelo técnico, que marcou seu nome na história do Santos Futebol Clube".
Em dois anos no comando do Santos, Muricy se sagrou campeão da Copa Libertadores em 2011, faturou o tricampeonato paulista com os títulos de 2010, 2011 e 2012, além de ter levado a taça da Recopa Sul-Americana. Ele ainda foi vice-campeão mundial em 2011, quando o Santos, de Neymar e Ganso, perdeu para o Barcelona, de Messi. Ao total, o treinador contabilizou 72 vitórias, 42 empates e 36 derrotas em 150 jogos à frente do clube praiano, fato que o tornou o sétimo técnico que mais vezes dirigiu a equipe.
COTADOSOs favoritos para assumir o comando da equipe são o argentino Marcelo Bielsa e Dorival Júnior. O brasileiro teve ótima passagem no Santos, em 2010, conquistando o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, mas depois se desentendeu com o craque Neymar, que ainda era um moleque promissor.

CONFIRA A NOTA OFICIALO Comitê de Gestão decidiu que Muricy Ramalho não é mais técnico do time profissional do Santos FC. A decisão foi comunicada ao treinador nesta quinta-feira (30).
Muricy Ramalho assumiu como técnico do Santos FC em abril de 2011. Na ocasião, ajudou o Clube a sagrar-se bicampeão paulista, tri da Libertadores e vice-campeão mundial. Em 2012, comandou o Clube na conquista do tricampeonato paulista e no título da Recopa Sul-Americana. Em 2013, foi vice-campeão paulista. Ao todo, liderou o Alvinegro Praiano em 150 jogos, alcançando 72 vitórias, 42 empates e 36 derrotas. Foi o sétimo treinador que mais dirigiu o Peixe em sua história.
O Comitê de Gestão agradece os serviços prestados pelo técnico, que marcou seu nome na história do Santos FC.
Claudinei Oliveira, técnico do Sub-20 do Santos FC campeão da Copa São Paulo deste ano e desde 2009 atuando no futebol de base do Clube, dirige o time profissional na partida deste sábado (01), contra o Grêmio, na Vila Belmiro.
ReformulaçãoO Santos FC inicia um processo de reformulação após um dos períodos mais vencedores da história de 101 anos do Clube, com seis títulos conquistados e dois vice-campeonatos em um período de 40 meses, além da recuperação financeira que culminou, na semana passada, com a conquista da Certidão Positiva com efeitos de Negativa (Cepen), emitida pelo Ministério da Fazenda.
Esta reformulação será conduzida com serenidade pelo Comitê de Gestão em nome dos interesses dos nossos milhões de torcedores e mais de 65 mil sócios para que o Santos FC continue crescendo dentro e fora de campo.






Santos FC (#santosfc)

178 comentários
wbenedet
seguir
Tai uma ótima oportunidade do Muriça voltar pra casa, o lugar que ele nasceu e se criou e de onde nunca deveria ter saído, o SPFC. Acorda Juvenal, traga o cara rapídinho antes que alguém leva. Vai perder a chance??
jlmartin
seguir
O novo técnico tem de ser líder. Não é necessário um técnico famoso. O novo técnico precisa ser uma pessoa que prestigie os jogadores da base, pois serão eles os grandes jogadores do Santos. Os jogadores da base darão o máximo de si para o nosso grandioso SANTOS F.C. Tenho certeza disto.
joseghiotto
seguir
Acho que o Dorival vai voltar. Pq é mais barato e acho que tá desempregado. Falam em Bielsa só para fazer politicagem.
Leias Mais..

Índio morre baleado em reintegração de posse no Mato Grosso do Sul

12:04 |


Tribo terena e policiais entraram em confronto na manhã desta quinta-feira, 30, em uma fazenda de Sidrolândia, a 170 quilômetros da capital



João Naves de Oliveira - O Estado de S. Paulo
CAMPO GRANDE - Um índio morreu na manhã desta quinta-feira, 30, após ser baleado no peito em um conflito durante uma reintegração de posse no município de Sidrolândia, região leste do Mato Grosso do Sul. Policiais federais, militares e mais de 500 índios da etnia terena entraram em confronto por volta das 8h, quando um mandado era cumprido nas fazendas de Cambará e Buriti, a cerca de 170 quilômetros de Campo Grande.
No momento em que a força policial entrou nas fazendas, que são vizinhas, os índios iniciaram ataques com flechas e a polícia revidou. Outras pessoas se feriram. Informações dos líderes indígenas dão conta de que outros três índios também foram baleados, porém não correm risco de morte.
A tribo tem ao menos 3 mil índios e não quer deixar o local, invadido há vários meses. Segundo a Polícia Federal, ainda não há informações precisas sobre o que ocorreu e o caso só deve ser esclarecido nesta sexta-feira, 31.




Tópicos: índio, Morto, Sidrolândia

Leias Mais..

Índio morre baleado em reintegração de posse no Mato Grosso do Sul

12:03 |


Tribo terena e policiais entraram em confronto na manhã desta quinta-feira, 30, em uma fazenda de Sidrolândia, a 170 quilômetros da capital



João Naves de Oliveira - O Estado de S. Paulo
CAMPO GRANDE - Um índio morreu na manhã desta quinta-feira, 30, após ser baleado no peito em um conflito durante uma reintegração de posse no município de Sidrolândia, região leste do Mato Grosso do Sul. Policiais federais, militares e mais de 500 índios da etnia terena entraram em confronto por volta das 8h, quando um mandado era cumprido nas fazendas de Cambará e Buriti, a cerca de 170 quilômetros de Campo Grande.
No momento em que a força policial entrou nas fazendas, que são vizinhas, os índios iniciaram ataques com flechas e a polícia revidou. Outras pessoas se feriram. Informações dos líderes indígenas dão conta de que outros três índios também foram baleados, porém não correm risco de morte.
A tribo tem ao menos 3 mil índios e não quer deixar o local, invadido há vários meses. Segundo a Polícia Federal, ainda não há informações precisas sobre o que ocorreu e o caso só deve ser esclarecido nesta sexta-feira, 31.




Tópicos: índio, Morto, Sidrolândia

Leias Mais..

Índio morre baleado em reintegração de posse no Mato Grosso do Sul

12:02 |


Tribo terena e policiais entraram em confronto na manhã desta quinta-feira, 30, em uma fazenda de Sidrolândia, a 170 quilômetros da capital



João Naves de Oliveira - O Estado de S. Paulo
CAMPO GRANDE - Um índio morreu na manhã desta quinta-feira, 30, após ser baleado no peito em um conflito durante uma reintegração de posse no município de Sidrolândia, região leste do Mato Grosso do Sul. Policiais federais, militares e mais de 500 índios da etnia terena entraram em confronto por volta das 8h, quando um mandado era cumprido nas fazendas de Cambará e Buriti, a cerca de 170 quilômetros de Campo Grande.
No momento em que a força policial entrou nas fazendas, que são vizinhas, os índios iniciaram ataques com flechas e a polícia revidou. Outras pessoas se feriram. Informações dos líderes indígenas dão conta de que outros três índios também foram baleados, porém não correm risco de morte.
A tribo tem ao menos 3 mil índios e não quer deixar o local, invadido há vários meses. Segundo a Polícia Federal, ainda não há informações precisas sobre o que ocorreu e o caso só deve ser esclarecido nesta sexta-feira, 31.




Tópicos: índio, Morto, Sidrolândia

Leias Mais..

Rio 2016 | Newsletter 24

13:17 |



Newsletter Rio
Newsletter # 24
Newsletter Rio
 
O Maracanã está ficando pronto!
Mané Garrincha é o terceiro palco do futebol Olímpico inaugurado em 2013
Com o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, três dos cinco palcos que receberão partidas do futebol masculino e feminino nos Jogos Olímpicos Rio 2016™ já estão prontos.
Notícias
Federação Internacional de Tênis aponta perspectivas positivas para esporte e atletas com a realização da competição no Parque Olímpico da Barra
NO AR: Cidade Maravilhosa é cenário inspirador para cobertura televisiva dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™
Preparação para Rio 2016™ e duelo entre atletas Olímpicas na Copa do Mundo de Espada Feminina 2013
Dia aberto para os CONs: Representantes de dez Comitês Olímpicos Nacionais visitam instalações do Rio 2016™
Sadia e Batavo avançam no território esportivo e são os novos apoiadores oficiais dos Jogos Olímpicos Rio 2016™
 
Entre para o Time
Vagas abertas:
Coordenador Regional de Operações - Barra
Analista de Suprimentos Pleno (Serviços)
Especialista em Projetos de Look dos Jogos
Analista de Orçamento Senior
Gerente de Serviços de Logística
MAIS VAGAS
Vídeos
Rio 2016™: juntando as peças dos Jogos
Você já conhece os Jogos Olímpicos e Paralímpicos e sabe que eles acontecem a cada quatro anos. Mas você sabe como eles são organizados?
MAIS
Rio 2016™ no YouTube - Vídeos oficiais sobre o maior evento esportivo do planeta: entrevistas exclusivas, obras na Cidade Maravilhosa, o trabalho no Comitê Organizador, esportes, atletas e muito mais!
 
 
 
Especial do Mês
Futebol leva os Jogos para todo o Brasil
Futebol leva os Jogos para todo o Brasil
Entrevistas exclusivas com alguns dos maiores nomes do esporte, matérias sobre o futebol masculino e feminino, o futebol de 5 e o futebol de 7, além de um artigo com detalhes de cada arena esportiva.
 
Entrevista
Alexandre Luna
Alexandre Luna
O gerente da área de integração de broadcast fala sobre os desafios do planejamento da cobertura televisiva dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™
 
 
img-lnk-footer-leftComplete seu cadastroIndique para um amigoEnglish versionimg-lnk-footer-right
PATROCINADORES OLÍMPICOS MUNDIAIS
logo-coca-colalogo-atoslogo-dowlogo-ge
logo-maclogo-omegalogo-panasoniclogo-pg
logo-samsunglogo-visa  
PATROCINADORES OLÍMPICOS OFICIAIS
logo-bradescologo-bradesco-seguroslogo-embratellogo-claro
logo-nissan   
APOIADORES OLÍMPICOS OFICIAIS
Ernst & YoungBatavoSadia 
FORNECEDORES OLÍMPICOS OFICIAIS: NIKE
PATROCINADORES PARALÍMPICOS OFICIAIS
logo-atoslogo-bradescologo Bradesco Seguroslogo-embratel
logo-clarologo-nissanlogo-omega  
APOIADORES PARALÍMPICOS OFICIAIS
logo-ernst   
 
 
 Se não deseja mais receber nossos e-mails, descadastre aqui.FacebookTwitterGoogle+YouTube
 

Leias Mais..