Conheça Sahara Ray, a irreverente e lindíssima modelo que arrasa nas redes sociais

20:20 |

Ensaio Sensual

20/02/2017



Foto: Reprodução / Internet
Conheça uma das modelos mais famosas das redes sociais; ela é Sahara Ray e tem mais de 1 milhão de seguidores na sua conta pessoal do Instagram.

Depois de verem as fotos abaixo vocês entenderão a razão.

Veja aqui a sessão de fotos da modelo com conteúdo mais ousado (nudez), impróprio para cardíacos.







Fotos: Reprodução / Internet

Motorcycle Sport

Leias Mais..

Retomando nudez, 'Playboy' dos EUA se inspira em ensaio de Luana Piovani

20:18 |

Ensaio Sensual

20/02/2017




Foto: Divulgação/Christian Gaul
André Sanseverino, publisher da
A decisão da "Playboy" americana de voltar a publicar ensaios nus em suas páginas, após divulgar que não daria mais fotos de nudez na revista, foi comemorada por muitos.

O que essas pessoas não sabem, no entanto, é que o ensaio com a modelo Elizabeth Elam, que marcará essa volta das mulheres nuas, foi inspirado nas fotos que Luana Piovani fez para a edição brasileira da "Playboy" em abril de 2016.

Capa da edição de março/abril da Playboy americana (Foto: Reuters)
Capa da Playboy americana que voltará a ter nudez (Foto: Reuters)

"Tive essa confirmação depois que o ensaio da Elizabeth Elam saiu. Eles, como matriz, só revelam o conteúdo da edição depois de pronta", diz André Sanseverino, publisher da "Playboy" Brasil.

"Fiquei sabendo através de uma ligação. Como publisher, estou sempre em contato direto com os americanos. Falei com a Luana e ela ficou muito feliz em saber", completa.

Para Sanseverino, o reconhecimento da "Playboy" americana ao ensaio de Luana Piovani, que marcou a nova fase da revista no Brasil (quando ela deixou de ser publicada pela Editora Abril e passou para sua gestão) é motivo de comemoração.

"Nunca me esqueço da minha viagem ao Rio para convidar a Luana e prontamente ela aceitou. Eu brincava que tinha dois sonhos. O primeiro era comprar a 'Playboy' e outro era que um dia ela seria capa".

A modelo Elizabeth Elam em seu ensaio para a Playboy dos EUA (Foto: Divulgação)

A modelo Elizabeth Elam em seu ensaio para a Playboy dos EUA (Foto: Divulgação)
Fotos: Divulgação

Foto do ensaio de Luana Piovani para a Playboy (Foto: Divulgação/Christian Gaul)




Foto: Divulgação / Christian Gaul

Ego
Leias Mais..

Ivi Pizzott dispensa biquíni e posa com regata rendada em praia. Confira fotos!

20:17 |

Ensaio Sensual

21/02/2017


Foto: Reprodução / Internet
Não gosto de marquinhas de biquíni, comentou a bailarina do Domingão do Faustão, que exibiu o corpão em ensaio
Ivi Pizzott deve chegar no sambódromo sem nenhuma marquinha de Biquíni. Isso porque a rainha de bateria da Camisa Verde e Branco considera vulgar as linhas deixadas pelo uso das peças ao brozear o Corpo.

"Não gosto de marquinhas de biquini, acho vulgar, também não é legal para meus trabalhos como modelo", contou a bailarina do "Domingão do Faustão".

Para mostrar que não tem, realmente, nenhuma marquinha, Ivi dispensou o biquíni e posou em uma praia usando apenas uma regata rendada, deixando em evidência o corpão que vai desfilar na avenida durante o Carnaval 2017.

Ivi Pizzott  (Foto: Marcos Mello / MF Press Global)

Ivi Pizzott  (Foto: Marcos Mello / MF Press Global)

Ivi Pizzott  (Foto: Marcos Mello / MF Press Global)

Ivi Pizzott  (Foto: Marcos Mello / MF Press Global)
Fotos: Marcos Mello / MF Press Global

Imagem relacionada

Resultado de imagem para Ivi Pizzott dispensa biquíni
Fotos: Reprodução / Internet

Ego
Leias Mais..

Educação promove 1º Encontro Gestor em Foco

13:56 |




A Secretaria de Educação de Cotia promove nesta terça e quarta-feira (21 
e 22), das 7h30 às 17h, no Colégio Mário Schenberg (Estrada Municipal 
Walter Steurer, 1413, Granja Viana), o 1º Encontro Gestor em Foco. 
Voltado para os 106 gestores das escolas da rede municipal de ensino, 
visa fortalecer a ação do diretor como gestor, promover o debate de 
procedimentos na Educação Especial e aprimorar a gestão pedagógica nas 
escolas.
A iniciativa é uma das ações propostas pelo prefeito Rogério Franco 
visando priorizar a educação da cidade e valorizar os profissionais. Com 
foco na gestão participativa, o novo governo visa proporcionar novos 
caminhos e projetos inovadores na busca por uma educação cada vez 
melhor.
O encontro foi elaborado pelo Departamento Pedagógico da Secretaria de 
Educação e conta com palestras, oficinas, debates e interação. As 
oficinas trazem à tona temas como Modalidade Organizativa, A importância 
da Leitura, Registros Reflexivos na Escola, Prática da Gestão, Novos 
Tempos e Novos Espaços na Educação Especial.
O especialista em Gestão Escolar Democrática, Vitor Henrique Paro, traz 
a abordagem sobre como a gestão escolar deve levar em conta a 
especificidade educativa na escola.
Para tratar da gestão de conflitos na escola, a palestrante Silvia 
Colelo discute a distinção entre conflito e confronto nas relações. 
Silvia apresentará  algumas diretrizes de encaminhamento, enfatizando 
aspectos pontuais corretivos e preventivos.
Nos dois dias de programação o gestor contará com uma estrutura de 
articulação sobre a organização escolar e como se aprimorar em busca de 
novos conhecimentos.
Leias Mais..

Cotia é selecionada pela Fundação Lemann para receber programa Gestão para a Aprendizagem

13:55 |

Leias Mais..

A Prefeitura de Cotia Informa:

13:52 |


As repartições públicas estarão fechadas no sábado, domingo, segunda e 
terça e reabrem na quarta (1º), às 12h
As UBSs fecham na sexta e reabrem quarta, após as 12h. A UPA do Atalaia 
e os dois Pronto-Atendimentos da cidade (São George e Caucaia) funcionam 
normalmente. A Clínica da Mulher, a Policlínica, o Centro de Ortopedia e 
os CAPs reabrem só quarta, após as 12h. O IML funciona normalmente.
Limpeza Urbana: Será normal
Coleta de lixo: Serviço será normal
Feiras Livres: será normal
Mercado Municipal: Normal no sábado, domingo e segunda. Na terça 
funciona das 7h às 14h e quarta o atendimento será normal.
Leias Mais..

Banco do Povo é opção para quem busca crédito

13:51 |





Empreendedores formais ou informais, associações e cooperativas de 
produção que pretendem abrir o próprio negócio ou pensam em ampliá-lo 
têm no Banco do Povo Paulista uma boa opção para captação de recursos. A 
medida é uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Cotia.
A ideia é oferecer uma linha de crédito para auxiliar no capital de giro 
e investimento fixo, promovendo assim o desenvolvimento socioeconômico 
das famílias. A concessão ou não do empréstimo cabe a um comitê de 
crédito operacional.
O crédito é oferecido para empreendedores que apresentaram faturamento 
bruto inferior a R$ 360.000,00 nos últimos doze meses.
As linhas de crédito vão de R$200,00 a R$5.000,00 para pessoas físicas, 
de R$200,00 a R$20.000,00 para pessoas jurídicas e de R$200,00 a 
R$25.000,00 para associações e cooperativas produtivas de trabalho. A 
taxa de juros é de 0,35% ao mês.
O interessado deve avaliar qual sua necessidade e procurar o Banco do 
Povo de Cotia, situado no prédio do Posto de Atendimento ao Trabalhador, 
o PAT (Rua Monsenhor Ladeira, 38, Vila São Francisco). Outras 
informações no site oficial http://www.bancodopovo.sp.gov.br ou pelo 
telefone 4243-7666.
Leias Mais..

Prefeitura conclui limpeza de seis córregos

12:49 |




Leias Mais..

Clubes vetam gramado sintético e venda de mandos no Campeonato Brasileiro

20:41 |


 - Atualizado em 



Por Estadão Conteúdo
fonte: Tony Winston/Agência Brasília
Estádios como o Mané Garrincha, em Brasília, não poderão mais receber jogos do Campeonato Brasileiro
O Conselho Técnico do Campeonato Brasileiro da Série A, ocorrido na tarde desta segunda-feira na sede da CBF, tomou duas decisões importantes, que vão mexer diretamente com dois rubro-negros.
A primeira delas foi a proibição do uso de gramados sintéticos para jogos do torneio. Ou seja, o Atlético-PR vai perder aquela que foi sua grande arma no Brasileiro passado - derrotou quase todos os adversários na Arena da Baixada, perdendo apenas do Palmeiras.
Mas a perda não será imediata. Foi ao menos estabelecida uma "regra de transição" de um ano, por sugestão do presidente do Grêmio, Romildo Bolzan. Como ficaria muito em cima da hora para o Atlético-PR trocar o gramado (vale lembrar que colocou o sintético há cerca de um ano), o time paranaense vai poder jogar normalmente em 2017, e depois terá de mudar o piso.
A outra medida atinge o Flamengo, mas não só ele. Foi proibida a venda de mando de campo e, com isso, o clube não poderá mais mandar jogos fora do Estado, como fez várias vezes no ano passado. Não foi só o time carioca que fez isso, mas ele foi quem mais atuou longe de casa em 2016.
Alguns clubes votaram contra a medida. O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, argumentou que os jogos fora do território fluminense ocorrem quando não há onde o time atuar, mas não convenceu a maioria de seus colegas.
Assim, o Flamengo, que tinha entre outras propostas fazer do Pacaembu, em São Paulo, uma espécie de segunda casa, vai ter de utilizar mais o estádio da Portuguesa, na Ilha do Governador. Ou então, torcer para que a indefinição sobre o Maracanã acabe logo.
TAGS. EsportesFutebolCampeonato Brasileiro
Leias Mais..

Doria sanciona lei antipichação e proíbe grafite não autorizado

20:39 |




 - Atualizado em 



Por Agência Brasil
fonte: Cesar Ogata - SECOM
Grafites sem autorização também estão vetados
O prefeito da capital paulista, João Doria, sancionou hoje (20) o Projeto de Lei (PL) 56/2005, aprovado pela Câmara Municipal na última terça-feira (14), que institui multa de até R$ 10 mil para quem pichar imóveis públicos ou privados na cidade. Grafites sem autorização também estão vetados.
A pichação passa a ser infração administrativa passível de multa no valor de R$ 5 mil, “o que não exime os infratores das sanções penais cabíveis e da obrigação de indenizar os danos materiais e morais que podem ter sido provocados pelo ato”, segundo nota da prefeitura. Se a pichação for feita em monumentos ou bens tombados, a multa será de R$ 10 mil, além de ressarcimento das despesas de restauração do local pichado. Em caso de reincidência, a multa será dobrada.
Haverá também punições com multas de R$ 5 mil aos estabelecimentos que comercializarem tintas do tipo aerossol a menores de 18 anos, não apresentarem a relação de notas fiscais lançadas com a identificação do comprador e não mantiverem cadastro atualizado dos adquirentes do produto com nome, endereço, números da Cédula de Identidade e do Cadastro de Pessoa Física (CPF), marca e cor da tinta adquirida. Em caso de reincidência, a multa também será em dobro e o estabelecimento poderá sofrer suspensão parcial ou total das atividades, informou a prefeitura.
A lei, que tem 30 dias para ser regulamentada, prevê que pichadores presos em flagrante ou identificados depois não poderão ser contratados pela administração municipal direta e indireta para atividades remuneradas. Os valores arrecadados com as multas serão destinados ao Fundo de Proteção ao Patrimônio Cultural e Ambiental Paulistano.
Pichação
A partir de agora, segundo a prefeitura, é considerada pichação “riscar, desenhar, escrever, borrar ou por outro meio conspurcar edificações públicas ou particulares ou suas respectivas fachadas, equipamentos públicos, monumentos ou coisas tombadas e elementos do mobiliário urbano”.
Ficam permitidos, de acordo com nota do município, “os grafites realizados com o objetivo de valorizar o patrimônio público ou privado mediante manifestação artística, desde que consentida pelo proprietário e, quando couber, pelo locatário ou arrendatário do bem privado e, no caso de bem público, com a autorização do órgão competente e a observância das posturas municipais e das normas editadas pelos órgãos governamentais responsáveis pela preservação e conservação do patrimônio histórico e artístico”.
A pessoa considerada infratora poderá, até o vencimento da multa, firmar um Termo de Compromisso de Reparação da Paisagem Urbana. Caso seja cumprido o estabelecido no termo, a prefeitura poderá afastar a incidência da multa. A lei prevê como contrapartida, por exemplo, a reparação do bem pichado ou a prestação de serviço em outra atividade de zeladoria urbana.
“O texto abre a possibilidade de termos de cooperação com a iniciativa privada, que pode fornecer mão de obra, tintas e outros materiais necessários à execução dos serviços do programa. Em contrapartida, a empresa poderá exibir placa indicativa de cooperação durante o período de um mês”, acrescenta a nota do município.
TAGS. DoriaproibiçãopichaçãografiteautorizaçãoGeral
Leias Mais..

Sem legitimidade, impeachment não é votado e Roberto de Andrade segue no cargo

20:37 |

 - Atualizado em 



Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
fonte: André Ranieri / Jovem Pan
Roberto de Andrade segue no cargo até o fim de seu mandato
O presidente Roberto de Andrade não passará mais por um processo de impeachment. A votação para julgar as supostas irregularidades do dirigente sequer foi realizada. De acordo com informações do repórter da Jovem Pan, André Ranieri, uma votação prévia, realizada na noite desta segunda-feira, já foi suficiente para que o cartola escapasse de qualquer punição e garantisse a manutenção de seu mandato.
O presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, Guilherme Strenger, decidiu abrir votação de admissibilidade do processo contra Roberto de Andrade. Os conselheiros tinham que falar se concordavam ou não com a realização da votação para definir o futuro do dirigente. Existia uma brecha no estatuto do clube que permitia a realização desta "pré-votação" e Strenger decidiu utilizá-la.
Inicialmente, cada conselheiro iria votar secretamente. Strenger sugeriu que o voto fosse aberto, na contagem "senta e levanta". Quem era favorável a abertura da votação, devia se levantar e quem era contra, ficava sentado. A decisão gerou muita discussão, então definiu-se voltar a opção secreta.
No fim, compareceram 266 conselheiros dos 341 possíveis e 183 optaram para que não fosse realizada a votação. Oitenta e um disseram sim, houve ainda um voto em branco e mais um voto nulo. Com a decisão, não houve aprovação dos motivos da convocação para a análise dá destituição do presidente e ele permanecerá no cargo.
O processo contra o dirigente teve início em 22 de novembro do ano passado, quando 63 conselheiros entregaram ao Conselho Deliberativo do Corinthians o pedido de saída de Roberto de Andrade. A acusação era de assinaturas fraudulentas do dirigente em contratos do Itaquerão e em ata de reunião em que ele teria assinado como presidente antes de assumir o cargo.
A pressão ficou ainda maior com o passar do tempo pelo fato do dirigente se afastar de alguns de seus principais aliados. A reclamação é que Roberto de Andrade tem sido muito centralizador e não ouve nem mesmo seus vices. Um dos aliados que se distanciou dele foi o ex-presidente Andrés Sanchez.
Para piorar a situação do presidente, o time não rendia em campo e ele fez constantes mudanças na comissão técnica, antes mesmo de ter início o processo de impeachment. Só no ano passado, foram quatro treinadores diferente. Tite - que foi para a seleção brasileira - Cristóvão Borges, Fábio Carille e Oswaldo de Oliveira.
No dia em que anunciou a demissão de Oswaldo de Oliveira, Roberto assegurou que Carille não tinha chance alguma de ser efetivado e que iria atrás de outro treinador. Pouco depois, anunciou o ex-auxiliar técnico como novo comandante, após várias recusas. Roberto, entretanto, assegura que tentou apenas a contratação do colombiano Reinaldo Rueda.
Com a manutenção no cargo, Roberto de Andrade permanecerá na presidência do Corinthians até fevereiro do ano que vem.
Manifestação
Antes da abertura da reunião no Conselho Deliberativo do Corinthians, dezenas de torcedores alvinegros compareceram a porta do Parque São Jorge para protestarem contra a diretoria, cobrando transparência e respeito ao clube. Além das faixas e bandeiras, os torcedores corintianos puxaram os famosos gritos de “Roberto (de Andrade), cu***... fora do Timão” e “Andrés (Sanchez), vai se fu...o Coringão não precisa de você”.
TAGS. EsportesFutebolCorinthiansRoberto de Andrade
Leias Mais..

TSE pode julgar já em março ação contra chapa Dilma/Temer

20:35 |



 - Atualizado em 


Por Estadão Conteúdo
fonte: EFE/Fernando Bizerra Jr.
Na opinião do advogado de Temer, os depoimentos desta segunda-feira, em nada contribuíram para o processo; Flávio Caetano, que representa Dilma, disse que o "processo caminha para o final"
O julgamento do processo no Tribunal Superior Eleitoral em que a chapa Dilma/Temer é acusada de abuso de poder econômico na campanha de 2014 deve ocorrer na primeira semana de março, de acordo com expectativa da defesa. Para os advogados, a fase de coleta de provas deve se encerrar logo após o carnaval e, a julgar pelo ritmo acelerado que tem adotado o ministro relator do caso, Herman Benjamin, do TSE, a sentença, que pode resultar na cassação da chapa, deverá ser proferida em seguida.

Nesta segunda-feira, 20, foram tomados em São Paulo, na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por videoconferência, depoimentos de quatro testemunhas ligadas a duas gráficas fornecedoras da campanha, a Redeseg e a Focal. A suspeita é que elas não prestaram efetivamente ou inteiramente os serviços pelos quais receberam, R$ 6 milhões e R$ 20 milhões da campanha

Os primeiros a serem ouvidos foram os irmãos Rodrigo Zanardo e Rogério Zanardo, sócio-proprietários da Rede Seg. Eles não quiseram falar com a imprensa. Em seguida, depôs o motorista da Focal, Jonathan Gomes Bastos. Foi o segundo depoimento de Jonathan no caso, que há havia falado no dia 8 de fevereiro.

Foi o próprio Jonathan que pediu para ser ouvido novamente. Nesta segunda-feira, 20, ele apresentou documentos em que acusa o empresário Carlos Cortegosso, que se apresenta como dono da Focal, de usar seu nome como 'laranja' em três empresas do grupo "Usaram meu nome em três empresas citadas na Lava Jato, a Focal Point, CRLS e Notícia Comunicação. Fui laranja, né?", disse ele ao sair do prédio do TRE-SP.

Em cerca de uma hora e meia de depoimento, o motorista disse que respondeu as mesmas perguntas que lhe foram feitas no início do mês, quando depôs pela primeira vez. Segundo ele, o ministro Herman Benjamim quis saber se a Focal efetivamente prestou serviços pelos quais recebeu. "Fizeram as mesmas perguntas. Se tinha trabalho, se (a empresa) produziu, se não produziu", disse

Cortegoso foi o último a ser ouvido. Segundo o advogado Marcio Antônio Donizete Decresci, o empresário reiterou ser proprietário da Focal e afirmou que a empresa prestou efetivamente os serviços pelos quais foi contratada e reembolsada.

Na opinião do advogado do presidente Michel Temer, Gustavo Bonini Guedes, os depoimentos desta segunda-feira, em nada contribuíram para o processo. "A relação que Jonathan tinha com o sr. Carlos Cortegoso é estranha a este processo. O Brasil não pode seguir com este processo tão importante por conta de uma relação societária de uma gráfica. Esse é um assunto que deve ser tratado na esfera crminal ou tributária", disse.

Segundo o advogado já há provas no processo de que os serviços foram efetivamente prestados. "Se não houve uma contraprestação devida, e as provas no processo indicam que houve, mas se não houve isso deve provocar uma outra investigação para apurar porque isso não ocorreu".

"Este processo caminha para o final", disse o advogado Flávio Crocce Caetano, que representa a ex-presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, os documentos apresentados por Jonathan Bastos se referem a uma questão societária na Focal, que são alheias ao escopo do processo no TSE. "São questões laterais que devem ser tratadas em outros processos, jamais na Justiça Eleitoral. Temos aqui o processo mais importante da história da Justiça Eleitoral que não pode ser perder em questões laterais", disse.

Ao todo, já foram ouvidas 42 pessoas na Ação de Investigação Judicial Eleitoral em curso no TSE. Na semana que vem, o ministro Herman Bejnamin deverá colher o depoimento de mais uma testemunha, o representante da gráfica VTPB, Beckembauer Rivelino.
TAGS. TSEjulgamentomarçochapaDilmaTemernotíciaspolítica
Leias Mais..